5 DICAS PARA CAGAR MELHOR

Assim como se alimentar, cagar é uma ação que une todos seres humanos, e acho que até todos seres do reino animal.

No entanto, um desses atos recebe muita atenção, e o outro não. Assim como existe um MasterChef, já pensou se existisse um MasterCocô?

Tá bem, não precisamos ir tão longe. Mas falar sobre fazer cocô poderia ser algo mais natural, não é?

Diz aí, o que você sente ao tocar nesse assunto? Nojo, acertei?

Agora me diz, o quanto desse nojo é uma emoção corporal e o quanto é uma repulsa cultural?

Sentir nojo de cocô pode ser algo do corpo, um instinto que nos ajuda a não comer merda… Mas vejo que grande parte dessa ânsia é mental, algo que nos ensinaram.

Evacuar é um ato 100% natural, que sustenta a vida. O filme “Perdido em Marte” mostra bem isso, contando a história de um astronauta que usa seus próprios dejetos para adubar as batatas que se tornam sua comida. Cocô é vida.

Antigamente o ser humano cagava em qualquer lugar — estamos nesse planeta há 2,5 milhões de anos. Os primeiros registros de latrinas são de 3 mil anos atrás, e a privada de porcelana surgiu há menos de 500 anos, na Inglaterra.

Canalizar os dejetos humanos foi uma revolução sanitária, e diminuiu drasticamente as doenças que o esgoto a céu aberto causava. Sim, nossa expectativa de vida aumentou, mas os rios ficaram contaminados — será a expectativa de vida da nossa espécie nesse planeta aumentou ou diminuiu?

De qualquer forma, vamos lidar com a situação real que existe hoje: como podemos cagar melhor? Aqui vão algumas dicas que uso em minha vida e me fazem bem.

1) Levante os pés: fomos projetados pela Natureza para defecar de cócoras, e não sentados. Por isso, busque elevar seu pés durante o ato, para que fique o mais perto possível da posição de cócoras. Você pode colocar seus pés em cima de um banquinho, do lixo do banheiro ou até de um suporte especial para isso.

2) Use uma ducha higiênica: cagar na água não é um “agrado” para a Natureza, mas entre se limpar com papel higiênico ou com água, com água é muito melhor, tanto para o meio ambiente quanto para o seu corpo. Essa dica eu peguei com um médico especialista, e é boa demais. Não uso papel higiênico em casa há mais de 3 anos. Gera menos lixo e faz bem para o seu ânus, além de te ajudar a se conhecer melhor.

3) Coma mamão e outras fibras: sentir dor ou fazer força quando vai ao banheiro NÃO É NORMAL. Assim como comer é prazeroso, cagar também deve ser! A região do ânus é uma zona erógena do corpo, portanto você pode sentir prazer e curtir o momento. #conheçaoseucorpo

4) Não leve o celular: já que é para aproveitar o momento, melhor fazer isso sem o celular, não acha? Conecte-se com o processo de limpeza que está acontecendo no seu corpo, e ao mesmo tempo em que põe para fora os sólidos que seu corpo não precisa mais, reflita: o que não serve mais para mim? Que coisas posso abrir mão para me sentir mais leve? O que quero desapegar agora?

5) Inspire-se. Esse momento tão nobre e corriqueiro pode também ser uma pausa para a inspiração. Abaixo você encontra uma das poesias que já escrevi sentado na privada, lá em 2014.

DE ONDE VÊM AS POESIAS

Não sei por que razão
mas já escrevi muitas poesias cagando
Se o cu para uns é tesão
para mim é inspiração

Não, não faço nada disso que tu tá pensando…
Sim, eu falo do meu corpo e da minha vida como quem não se importa, porque eu não me importo…

Ei, tu tá me julgando?
Mas nem sabe o que eu to fazendo…
Mentira, tu sabe sim
eu to cagando e escrevendo
esses versos que tu tá lendo

E tu, por que não faz nada?
Meu conselho, senta no trono e escreve
Certamente vai ser uma bela cagada

Me conta, como é esse momento para você? Quais são as suas dicas para cagar melhor?

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store